Transporte marítimo: carro-chefe da mercadoria

No comércio internacional podemos encontrar diferentes tipos de meios de transporte. Isso varia de acordo com o tipo de mercadoria e o trajeto que deve percorrer até o destino.

O que é transporte marítimo?

É facilmente dedutível de seu nome, mas podemos defini-lo como a ação de levar mercadorias por mar a um determinado ponto geográfico por meio de um navio. As mercadorias transportadas por navio representam 80% das transações mundiais, tornando-se o meio mais utilizado no comércio internacional.

Vantagens do transporte marítimo

Apresentamos algumas vantagens deste meio de transporte marítimo:

Armazenar

O transporte marítimo oferece uma capacidade de armazenamento e transferência muito maior do que outros meios, como trem ou caminhão. Grandes volumes introduzidos em navios podem ser transportados para pontos distantes uns dos outros. Estima-se que os navios de grande porte transportem mais de 500.000 toneladas.

Segurança

As condições meteorológicas podem fazer com que outros meios de transporte sejam atrasados ​​ou mesmo cancelados. No caso dos navios, graças à sua resistência e robustez, permitem navegar em circunstâncias mais desfavoráveis.

Variedade

Outra vantagem é que os navios podem transportar mercadorias de qualquer natureza. Esta é uma das diferenças mais substanciais se a compararmos com outros meios de transporte, como o aéreo, em que não é possível movimentar carga líquida.

Desvantagens do transporte marítimo

Como todos os meios de transporte também existem algumas coisas que não são totalmente boas, iremos dizer-lhe:

Burocracia

O processamento, principalmente se falamos de alfândega, é extenso e pode atrasar as entregas.

Clima

Embora o transporte marítimo seja um dos meios preferidos de muitas empresas, é verdade que os prazos de entrega são alongados devido às grandes distâncias que separam cada porto.

Tipos de Transporte Marítimo

Existem diferentes tipos de navios mercantes, dependendo da mercadoria que transportam.

Carga geral

É o mais simples dos navios. É utilizado para o transporte de cargas secas e soltas, pois não é capaz de transportar contêineres. Dentro delas existem guindastes que realizam o embarque e desembarque da mercadoria.

Navio porta-contentores

São fabricados para o transporte de contêineres marítimos. Este tipo de navio mercante representa 50% das transações marítimas. Essas embarcações são carregadas e descarregadas por guindastes todas as mercadorias. Um fato curioso sobre esse tipo de comerciante é que eles são altamente automatizados, portanto, a força de trabalho gira em torno de 10 a 15 pessoas.

Graneleiros

Como o primeiro navio, este navio é responsável pelo transporte de cargas soltas como minerais ou cimento. É dividido em vários armazéns e descarregado com máquinas especializadas que agilizam o processo.

Geladeira

Eles são usados ​​para transportar mercadorias que precisam de refrigeração para serem preservadas de forma otimizada. Consequentemente, a velocidade do movimento deve ser essencial. São feitos na cor branca para refletir os raios solares e assim evitar o aquecimento.

Óleo e gases liquefeitos

Eles são projetados para transportar o óleo para as fábricas onde é tratado. Existem grandes navios chamados “superpretoleros” que podem transportar até 2 milhões de barris. O navio destinado ao transporte de gases liquefeitos é construído de forma que os gases sejam armazenados em reservatórios esféricos a baixas temperaturas e altas pressões. Como os demais navios mencionados acima, devem ser descarregados com maquinário especializado.

São muitas as vantagens que o transporte marítimo oferece. É um meio que sustenta grandes movimentos e que sustenta grande parte da economia global. Não hesite e treine nisso.