O que as empresas levam em consideração na hora de escolher um escritório de advocacia?

Experiência credenciada, preço, reputação do advogado ou conhecimento do negócio são alguns dos atributos de compra mais valorizados pelas empresas no processo de seleção de escritórios de advocacia.

A assessoria jurídica interna das empresas, principalmente as de grande porte, está cada vez mais sofisticada. Normalmente, o advogado interno ( in-house ) de uma empresa costuma ser alguém que já trabalhou em um escritório e que conhece bem os processos internos de um escritório, bem como seus métodos de cobrança, o relatório de horas, as possíveis margens e procedimentos de atribuição de trabalho.

Além disso, atualmente há mais oferta do que demanda, o que resultou em uma situação em que os clientes, ao contrário do passado, ditam as regras do jogo. Mas o que as empresas levam em consideração na hora de escolher um escritório de advocacia? Esses são os atributos de compra mais importantes, segundo o Estudo do Setor Jurídico Empresarial da Esade Law School.

O que as empresas levam em consideração na hora de escolher um escritório de advocacia

Experiência credenciada

A experiência acreditada é o atributo de compra mais valorizado pelas empresas. Saber que o seu potencial advogado já realizou operações semelhantes com sucesso dá confiança à decisão do consultor interno. Boca a boca, diretórios e resumos comerciais na imprensa são boas fontes de informação.

Preço

Na atual conjuntura econômica, em que se arrastam sete anos de crise, o preço é o segundo motivo mais importante utilizado pelas empresas internas para escolher seu assessor jurídico. Tendo em conta que no leque de escolha de um ou outro escritório, já estão pré-selecionados um conjunto de escritórios de advocacia com elevada qualidade técnica e experiência comprovada, o fator preço é um dos fatores que mais pesa na balança.

Reputação do advogado e do escritório

A reputação do advogado, ainda mais valorizada do que a do próprio escritório de advocacia, confirma que o advogado cria sua própria marca, mesmo dentro de escritórios de renome. O advogado que se consolida como referência, pode deslocar-se com seus clientes de um escritório para outro, mas para acessar um determinado tipo de grande operação ainda precisa da cobertura de um grande escritório.

O fato de a reputação do advogado ser superior à do escritório reflete a importância que os internos dão a atributos pessoais como senso de humor, empatia ou habilidades sociais, que também influenciam no processo de compra .

conhecimento de negócios

O conhecimento do negócio é outra das características de compra mais valorizadas e é uma das mais evidentes na dinâmica e nas entrevistas realizadas com os internos para o referido estudo. Para a maioria dos advogados internos, trata-se de um aspecto fundamental, que continua sendo uma das pendências dos escritórios.

Confiar

A confiança é um valor gerado pela combinação de outros valores, com base na experiência e reputação do advogado. No primeiro processo de compra, a confiança ainda é uma intuição. Em vez disso, é fundamental como valor no atributo de satisfação. A confiança está associada ao longo prazo e, mais ainda, às compras repetidas. Na seleção, buscam-se critérios mais objetivos.

qualidade técnica

A qualidade técnica continua sendo um importante atributo de compra, mas chegou-se a uma situação em que ela é pressuposta em um certo nível -nos principais escritórios de advocacia empresarial-, o que significa que não é finalmente um atributo diferencial.

Internet

A rede de contatos é valorizada em questões internacionais ou para grandes corporações que desejam ter um único fornecedor em escala global. Somente nestes casos, é o valor que exclui outros que não possuem rede ou resolveram sua presença ou colaborações no exterior.

Personalizado

O tratamento personalizado é um valor que é levado em consideração. Os advogados internos procuram obter um tratamento de confiança tentando dar um passo além do mero consultor de serviços jurídicos. Buscam a figura do conselheiro que é capaz de participar e opinar até mesmo nas decisões estratégicas devido ao seu bom senso e seu conhecimento do negócio.

Tamanho, serviço completo e especialidades

Nos últimos lugares dos atributos de compra, mas que também têm seu peso, está o tamanho da firma, pois para muitas multinacionais o tamanho de seu assessor jurídico é importante. Também pode ser diferencial se o escritório abranger a maioria das especialidades jurídicas para poder oferecer um serviço integral à empresa que dele necessita.