Do que feito o chimarrão?

O chimarrão é originário a partir de uma árvore nativa da América do Sul, a erva-mate, que é muito comum no Sul do Brasil e países sul-americanos vizinhos, caso da Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai. Seu nome científico é Ilexparaguariensis, mas é conhecida como congonha ou simplesmente mate. A árvore da erva-mate pode atingir uma altura de até 12 metros e seus frutos são pequeninos e com uma coloração roxa ou esverdeada, suas folhas são ovais e o caule é totalmente cinza.

Como surgiu a erva mate de chimarrão?

Os índios que habitavam a região sul do Brasil e da América do Sul tinham o hábito de ingerir uma bebida feita de erva-mate. Os colonizadores espanhóis observaram e depois de algum tempo adquiriram o hábito de tomar o mate.

Desde o século XVI, o hábito de consumir o mate já carregava o significado de hospitalidade. Os índios ofereciam, frequentemente, a bebida como sinal de amizade aos colonizadores. Chegou a ser uma das principais fontes de renda e até mesmo moeda de troca e era muito valorizada por isso. O plantio da erva-mate, nessa época, fez surgirem grandes fortunas. Também já foi considerada a erva do diabo pelos jesuítas, pois suas substâncias deixam os índios excitados, mas o seu consumo foi incentivado para combater o alcoolismo, que era grande entre os índios, pelos próprios jesuítas. O melhor mate na época era o fabricado pelos jesuítas, curiosamente.

Mas, como é feita a erva mate para o chimarrão?  

A erva-mate como nós conhecemos tem início na sua colheita. Esta deve ser realizada nas primeiras horas do dia, pois a incidência do sol nas suas folhas influencia a qualidade do produto final. Algumas etapas são extremamente necessárias: o corte, o sapecar, a secagem, a trituração e o beneficiamento, somente depois dessas etapas é que a erva mate poderá ser embalada e distribuída para ser comercializada. Somente a partir disso é que conhecemos a sua forma final.

Chimarrão e tererê, qual a diferença?

Ambos são feitos com erva mate, mas preparadas e consumidas de maneiras diferentes. A temperatura é uma das principais diferenças entre as duas bebidas, o chimarrão é feito com água quente e o tererê com água fria.

O tererê pode levar limão, hortelã, capim da lapa e até mesmo sucos, já o chimarrão é feito apenas da erva mate e em alguns casos com outras ervas como funcho, guaco, boldo, camomila.

Ao adquirir o mate, é importante observar a embalagem, pois no tererê a erva mate é mais grossaenquanto que a erva mate do chimarrão é mais fina, parecendo uma farinha bem fininha e verde.

Tipos de erva-mate e as mais utilizadas

  • Erva-mate tradicional: apropriada para tereré e chimarrão;
  • Erva-mate crioula: erva grossa, mas com sabor suave;
  • Erva-mate saborizadas: Pode ser de menta ou abacaxi e é muito usadas no verão, pois dão a sensação de frescor à bebida;
  • Erva-mate orgânica;
  • Tipo argentina ou pura folha: Este tipo só se usa as folhas;
  • Missioneira ou barbaquá: Utilizam tanto as folhas quanto o caule.