Como Importar dos Estados Unidos

Quatro maneiras de importar dos Estados Unidos

Para a maioria das pequenas empresas brasileiras, a possibilidade de importar dos estados unidos é algo reservado para quem tem um grande capital, e vê esse evento como algo de difícil acesso, complicado e confuso. Isso está longe de ser verdade, e é por isso que tentaremos explicar os requisitos a serem cumpridos de como importar dos estados unidos e as etapas seguidas por uma importação, da mesma forma que a mercadoria adquirida no exterior irá até chegar ao depósito da empresa.

Como-Importar-dos-EUA
Nem sempre no mercado brasileiro tem o produto e o preço que o usuário está procurando, por isso existem diferentes plataformas e aplicações que permitem trazer mercadorias dos Estados Unidos sem aumentar os custos, dada a dificuldade que existe para o comércio de determinados produtos. plataformas como Amazon ou outros vendedores norte-americanos.
Uma delas é a plataforma BuscaLivre, que começou por se dedicar exclusivamente a trazer livros, setor em que mantém um grande estoque e gerência constantemente descontos. No entanto, tem crescido e atualmente tem a opção de trazer produtos dos Estados Unidos da Amazônia, eBay e outros que eles têm em seu próprio estoque, onde eles podem ser encontrados a partir de roupas para eletrodomésticos.
Deve-se notar que essas compras podem ser pagas em meios como os pontos Baloto ou Efecty, além de consignações em entidades bancárias locais.
Outra opção é a aplicação do Rappi, que estreou no ramo de importação de produtos dos Estados Unidos este ano. Através da Rappi USA esta aplicação permite, com um prazo entre seis e nove dias úteis, solicitar produtos do país norte-americano. Esta aplicação não incorre em custos adicionais ao prometido, uma vez que no preço para o público os custos de envio já são levados em conta.
Encarguelo.com é outro meio pelo qual você pode importar produtos da Amazon, WalMart e AliExpress. O portal garante a chegada dos produtos entre 10 e 15 dias após a encomenda. Além disso, alega cobrar entre 10% e 15% a mais como uma comissão, que é somada aos custos de remessa e logística.
Além destes, é necessário mencionar que existem especialistas em remessas que oferecem a possibilidade de obter um endereço nos Estados Unidos de onde os pacotes são redirecionados para a Colômbia, isto é conhecido como armários de empresas tradicionais. Entre eles também estão lojas como a TiendaMIA, que opera em vários países da região.

O retorno dos produtos é possível

Embora essas transações sejam feitas em outro país, existe a possibilidade de devolução do produto. Vale ressaltar que para isso, muitas vezes é necessário que o produto tenha algum dano ou que não seja o solicitado, porém, na maioria dos casos, será necessário ter todos os equipamentos com os quais ele chegou.