Abrir empresa nos EUA

ABRIR-EMPRESA-EUA

Impostos para investidores não residentes nos EUA, ações, renda, dividendos, juros, imóveis.

ABRIR-EMPRESA-EUA

Em uma das últimas postagens tratadas sobre a questão do  para residentes nos Estados Unidos, nasceram várias consultas sobre impostos que possuem um investidor não residente naquele país. Esta informação pode ser encontrada em detalhes no IRS, deixo os links para os documentos em inglês:

Aqui eu trago um artigo que li há algum tempo, onde o cenário fiscal para este caso é explicado em geral. Imposto sobre não-residente
As regras relativas aos ônus aplicáveis ​​aos não residentes são muitas vezes confusas, complexas e sujeitas a muitas exceções. Portanto, revisaremos apenas as regras mais gerais e as exceções mais significativas a essas regras.Renda de fontes de negócios fora dos EUA
A renda de um estrangeiro não residente que não está efetivamente conectado com a busca de abrir empresa nos EUA. eles são geralmente isentos de renda, a menos que sejam provenientes de fontes localizadas nos Estados Unidos. e pode ser definido como “renda ou lucro fixo, periódico e anualmente determinado” (também conhecido como FDAP). Essa definição inclui salários e indenizações, juros, dividendos, renda e royalties recebidos de fontes norte-americanas, mas não ganhos de capital ou outras receitas geradas pela venda de propriedades. O imposto sobre rendimentos ou lucros fixos, periódicos e anualmente determinados é aplicado a uma taxa fixa de 30% e é normalmente cobrado pelo contribuinte, que retém esse imposto de um estrangeiro não residente e o remete ao Departamento de Impostos (IRS). O imposto é aplicado aos montantes brutos de rendimento, o que significa que as deduções não podem chegar aos montantes sujeitos a imposto. O método do imposto retido na fonte reflete a dificuldade na cobrança de impostos de estrangeiros não residentes, que muitas vezes não estão fisicamente localizados dentro do país ou vinculados aos EUA. por residência ou assuntos comerciais. que muitas vezes não estão fisicamente dentro do país ou ligados aos EUA por residência ou assuntos comerciais. que muitas vezes não estão fisicamente dentro do país ou ligados aos EUA por residência ou assuntos comerciais.

Ao não permitir descontos de custo, o imposto retido muitas vezes se torna confiscatório. Por exemplo, a proibição de despesas de depreciação muitas vezes significa que 30% calculados sobre montantes brutos geralmente excedem 30% do lucro líquido. Em certos casos, o imposto retido na fonte pode até ser aplicado apesar do fato de que o estrangeiro não residente não declara qualquer receita!

Os Estados Unidos introduziram uma série de exceções às regras descritas acima. Por exemplo, há isenções para certos tipos de receita de juros, e estrangeiros não residentes podem, em circunstâncias limitadas, pagar 30% sobre ganhos de capital, mesmo que a regra geral indique que tais lucros estão isentos. deste imposto retido na fonte.

Salários, salários e compensação

Os salários, vencimentos e subsídios de fontes norte-americanas estão incluídos na renda ou fixos, determinados lucros regulares e anualmente, e sempre que um estrangeiro não residente notá-los sujeitos a 30% retido na fonte, ou retido na fonte salários como acontece com cidadãos e residentes dos EUA. Salários, salários e indenizações serão de fontes norte-americanas se os pagamentos estiverem relacionados a serviços realizados dentro do território dos EUA. Se a compensação para um não-residente não exceda US $ 3.000 em um ano fiscal, é considerado a partir de fontes estrangeiras, e não está sujeito a retenção na fonte se o não residente está presente nos Estados Unidos em uma base temporária; o não-residente não está presente nos Estados Unidos por mais de 90 dias durante o ano fiscal; e o empregador é um estrangeiro que não tem nenhum contato comercial com os EUA, ou é uma dependência estrangeira de um empregador dos EUA. Note-se que, devido à prestação de serviços nos Estados Unidos geralmente leva à existência de um comércio ou negócio, os pagamentos para tais serviços não são frequentemente sujeitos a retenção na fonte e em vez disso são tributados de acordo com as normas fiscais (ver abaixo).

Bolsas de estudo e financiamento para estudantes e pesquisadores estrangeiros

O imposto a ser aplicado em bolsas de estudo e financiamento a estudantes estrangeiros não residentes e pesquisadores que estejam temporariamente nos Estados Unidos sob vistos de não-imigrante F, J, M ou Q estará sujeito a impostos retidos na fonte. No entanto, a alíquota do imposto será reduzida para 14%. Geralmente, as bolsas e financiamentos não são tributáveis ​​desde que sejam usados ​​para despesas justificadas, incluindo mensalidades e taxas, mas os valores usados ​​para as despesas correntes podem ser tributados.

Receita de juros

O imposto de renda de juros é talvez a área mais confusa de renda ou lucro fixo, periódico e determinado anualmente. Geralmente, 30% do imposto retido na fonte é aplicado ao valor bruto da receita de juros recebida por um estrangeiro não residente. No entanto, os Estados Unidos são uma espécie de “paraíso fiscal” se falamos de receita de juros. Existem vários tipos de interesse que o Congresso dos EUA isentou de impostos, incluindo: juros sobre a carteira de ações e juros sobre depósitos em bancos dos EUA. Essas isenções permitem que não-residentes empreguem grandes quantias de capital a cidadãos americanos sem ter que pagar nenhum imposto sobre os juros resultantes.

Isenção de juros para carteira de ações

A isenção de juros para a carteira de ações foi originalmente colocada em operação para permitir que empresas norte-americanas participassem diretamente do mercado europeu de títulos. Se não fosse por essa isenção, seria difícil para as empresas norte-americanas negociarem obrigações dos EUA. nos mercados internacionais, uma vez que os titulares de títulos internacionais querem garantir que eles não podem estar sujeitos a retenções fiscais nos EUA.

Pontos turístico do Peru

pontos-turístico-do-Peru

Destinos turísticos mais visitados do Peru

pontos-turístico-do-Peru

 

O Peru é um país privilegiado pelas riquezas naturais, culturais, geográficas, históricas, gastronômicas e outras que possui. Por este motivo, todos os anos, milhares de viajantes de todo o mundo aumentam as suas visitas para visitar um dos melhores destinos turísticos, não só na América do Sul, mas em todo o planeta. Venha conhecer um pouco mais sobre o Peru; Neste artigo apresentamos os destinos mais visitados do país :

Cusco e Machu Picchu:

Cusco, capital histórica do Peru, é a cidade mais visitada do país e o ponto de maior afluência turística é, sem dúvida, a imponente cidadela inca de Machu Picchu, considerada uma das 7 maravilhas do mundo moderno. Além disso, Cusco e Machu Picchu são considerados Patrimônio Histórico da Humanidade pela grande riqueza histórica e variedade de tradições que possuem.

Em adição, em Cusco lá são outros locais importantes arqueológicos da cultura Inca mostra como Sacsayhuaman, Tambomachay, Pucapucara ou sítios arqueológicos e aldeias tradicionais no Vale sagrado e Pisac, Ollantaytambo, Chinchero, Maras e Moray, entre outros. Outro passeio muito atraente Cusco é a famosa trilha Inca também leva você para o destino mais importante e mais visitado Peru e América do Sul, Machu Picchu .

Lima a cidade dos reis:

Lima é a capital do Peru, então quase todos os turistas que chegam ao país passam por esta cidade histórica que é conhecida como a capital gastronômica de nosso país . Neste destino, os visitantes apreciam a deliciosa comida peruana agora reconhecida como uma das melhores do mundo.

Os locais mais visitados são o centro histórico da cidade de Lima como a Plaza de Armas, a Catedral, o Palácio do Governo, o Parque Aquático, entre outros e, claro, os museus que são considerados os mais bonitos e completos do Peru. . Em Lima, você também tem a oportunidade de fazer excursões que vão fazer você ir em um iate, visitar algumas ilhas do mar peruano e você ainda pode desfrutar de uma experiência única e excelente nadar ao lado dos leões marinhos nas ilhas palomino; Sem dúvida, Lima é um destino turístico que não deve ser esquecido.

Puno e Lago Titicaca:

Nas alturas dos Andes localiza-se Puno, esta cidade é denominada como a Capital Folclórica do Peru , para a mostra de cultura e tradições em suas diversas festas como na festa da Virgen das Candelarias; A grande quantidade de danças e comparsas que são apresentados em sua homenagem é a maior prova disso.

O Lago Titicaca é o lago navegável mais alto , sem uma dúvida, o Titicaca é um dos principais destinos turísticos do sul do Peru , não são feitos passeios de barco inesquecíveis motorizado levamos para visitar suas ilhas famosas  : Uros, Taquile e Amantani; os habitantes das ilhas recebem seus hóspedes (turistas) em suas casas e os fazem conhecer seus costumes, suas refeições e os ofícios que fazem; É sem dúvida o melhor lugar para se fazer pontos turístico no Peru.

Arequipa, cidade branca:

Arequipa é outro dos destinos turísticos a considerar em nossa lista de viagens quando visitamos o Peru; este destino é mais conhecido como a Cidade Branca porque nas suas construções se destaca a cor branca de Sillar; Também é muito popular para o vulcão Misti, que é possível ver a partir do Mirador de Yanahuara, que fica muito perto do centro da cidade; Arequipa é visitado por turistas nacionais e estrangeiros como o centro histórico tem sido considerado como um Patrimônio da Humanidade por seus edifícios com base em cantaria branco; como suas mansões, igrejas e mosteiros, sendo o mais conhecido o Mosteiro de Santa Catalina.

Além de visitar essas atrações, os turistas também escolhem fazer o passeio pelo vale e pelo cânion do Colca; Aqueles que decidem realizar esta aventura também visitam outras atrações como a Reserva de Salinas e Aguada Blanca, o Santuário de Lagunas de Mejia, o Mirador del Condor, entre outros. Ao visitar Arequipa, você não pode ignorar a culinária requintada e peculiar desta cidade, como os turistas que a visitam não param de vir a seus restaurantes para provar seus pratos típicos.

Em suma, o Peru não é apenas Cusco com Machu Picchu , Lima com suas atrações , Puno com o Lago Titicaca , Arequipa com o seu Colca Canyon . Estes são apenas 4 dos destinos mais visitados no Peru ; mas, sem dúvida, temos uma grande variedade de destinos que não devemos perder quando visitamos o Peru e que temos a certeza que será da satisfação de turistas de todo o mundo.

Maragogi Praia de Antunes

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje nosso site sbacv vai falar um pouco sobre a Praia de Antunes em Maragogi.

Você conhece Maragogi Praia de Antunes, ou já viajou para esse paradisíaco destino?

Se não, vamos te mostrar um pouco agora sobre essa que é uma das melhores praias de Maragogi.

 

Maragogi Praia de Antunes

 

Uma magnífica praia que está cercada por lindos coqueiros, areia branca e com água morninha, é simplesmente maravilhoso e você precisa conhecer.

Se você está em busca de tranquilidade, relaxar e descansar essa praia é perfeita para você, ainda mais se estiver com crianças.

Devido a praia ser bem tranquila, se tornou uma das mais procuradas pelos turistas.

 

Maragogi Praia de Antunes

Além de ser bem tranquila a Praia de Antunes, para quem curte esportes náuticos, podem praticar vela ou caiaque que é verdadeiramente uma delícia.

Sem contar é claro com o maravilhoso passeio de buggy que possibilita o turista conhecer de ponta a ponta as praias de Maragogi.

A praia de Antunes fica à aproximadamente 7 Km do centro da cidade um pouco distante, devido a isso muitas pessoas deixam de conhecê-la e perdem um dos locais mais lindos desse destino.

As estruturas das barracas são excelentes, possuem diversos petiscos e bebidas variadas.

 

Como chegar a Praia de Antunes

Para chegar a Praia é preciso ter acesso a Rodovia principal que é a AL 101 Norte, ou os turistas também tem as opções de lancha ou barco que com certeza são as melhores, pois proporciona uma vista linda do local.

Há também a opção de ir de Van, no qual elas fazem o trajeto apenas de manhã e a tarde, então fique atento caso prefira esse transporte.

São várias opções para chegar a Praia de Antunes e vale apena a visita, pois é uma das praias mais maravilhosas que você vai conhecer nesse destino.

 

Quando ir para Maragogi Praia de Antunes

Viajar para Maragogi é bom em qualquer período do ano, já que a temperatura anual por lá gira em torno de 25 graus.

Porém no verão, o movimento é grande e os preços tendem a aumentarem como em qualquer outro destino.

Se possível vá para Maragogi no mês de Setembro, pois as chances de chuvas são pequenas e o calor é grande.

Indo nessa época, você ainda foge da muvuca, pois nesse período Maragogi está bem mais tranquilo e você pode aproveitar ainda mais o seu passeio.

E falando em passeio, veja aqui Quanto custa um mergulho com cilindro em Maragogi e se possível faça, pois é uma experiência fantástica, você vai amar.

Maragogi é o Caribe brasileiro com certeza, se você nunca foi, a hora é agora, visite Maragogi.

 

Esse foi nosso artigo sobre Maragogi Praia de Antunes.

 

 

Como escolher um seguro viagem internacional?

Como escolher um seguro viagem internacional

Contratar um seguro viagem internacional é mais fácil do que você imagina. Isto é, quando é realizado um planejamento adequado e de acordo com todas as suas necessidades e perfil. Dessa forma, as chances de escolher um serviço de alta qualidade são maiores.

Mas isso não é tudo, ao descobrir qual a melhor maneira de escolher um seguro, você diminui consideravelmente as possibilidades de contratar uma assistência ineficiente. O que isso significa? Que não irá correr o risco de ficar sem cobertura quando mais precisa.

Como escolher um seguro viagem internacional

Para ajudá-lo nesse processo, ao longo deste post serão apresentadas dicas exclusivas de como contratar um bom seguro de viagem que ofereça a assistência internacional que você precisa. Confira:

 

1 – Avalie a cobertura do seguro viagem internacional

O primeiro passo para escolher o seguro viagem internacional ideal para você, é avaliar se a contratação desse serviço é obrigatória para o país que pretende visitar. Verificar isso é importante, pois alguns países costumam barrar a entrada de viajantes que não possuem esse tipo de assistência.

Mas atenção, caso o país de destino da sua viagem não exija a contratação de um seguro de viagem, é importante que você descubra os custos de uma assistência médico-hospitalar nesse país. Acredite, os valores são altos e por isso vale a pena contratar um seguro ainda aqui no Brasil.

Confira abaixo quais são as principais exigências de países com relação ao seguro viagem e escolha aquele que seja ideal para você:

 

Países europeus

Nos países europeus que assinaram o Tratado de Schengen é obrigatório que os viajantes, contratem um seguro viagem internacional antes de desembarcar no país. O ideal é contratar um seguro que ofereça uma cobertura mínima de 30 mil euros, para serviços de atendimento médico-hospitalar no país.

 

Estados Unidos

Apesar do seguro de viagem não ser obrigatório para visitar os Estados Unidos, é recomendado realizar esse tipo de contratação. O principal motivo é que os custos com assistência médico-hospitalar nesse país é muito elevado e pode representar grandes gastos caso você não tenha um plano com uma cobertura ampla.

 

Demais países

Ainda que o país de destino da sua viagem, não exija a contratação de um seguro viagem internacional também é indicado garantir essa apólice. Sobretudo em países que possuam uma moeda mais valorizada que o real, pois os custos com qualquer tipo de atendimento pode ser bastante elevado.

 

2 – Avalie o perfil da sua viagem

Agora que você já descobriu qual o tipo de seguro ideal para o seu país de destino, é necessário escolher qual serviço se adequa ao seu perfil de viagem. A dica aqui é avaliar as coberturas de cada tipo de seguro e verificar se elas se adequam com as atividades que deseja realizar durante a sua estadia no exterior.

Por exemplo, se pretende fazer uma trilha em um lugar de pouco acesso, é preciso se certificar de que os serviços do seguro contemplam ambulância e até mesmo resgate em áreas mais remotas. Uma cobertura ou plano básico não iriam suprir todas as suas necessidades.

 

3 -Seguro viagem internacional: Compare os preços

Depois de escolher o seguro viagem internacional que atende a todas as suas necessidades, é preciso começar a comparar os preços e avaliar qual deles se encaixa no seu orçamento. A melhor maneira de fazer essa prática é solicitando a cotação dos serviços de seguro.

Por meio delas, é possível não só visualizar os valores cobrados pelas operadoras, como também analisar o tipo de cobertura oferecido em cada um deles. Caso tenha algum tipo de dúvida, entre em contato com o corretor para esclarecê-la. Ele poderá ajudá-lo durante a escolha do melhor serviço para você.

 

Como pode perceber, escolher um seguro viagem internacional não é uma tarefa difícil. Afinal, é preciso avaliar as exigências do país de destino da sua viagem, o perfil das atividades que você pretende realizar e fazer a cotação do melhor plano.

Para ajudar você a encontrar o melhor seguro de viagem, não deixe de fazer as suas cotações no Multi Seguro Viagem, acesse o site: https://www.multiseguroviagem.com.br/ e faça uma cotação. Com esse simulador, você poderá visualizar e comparar todas as informações dos planos de seguro das mais importantes operadoras do país.

Essa é sem dúvida a melhor forma de não errar na hora de contratar um seguro para a sua viagem internacional.