As sensações no relacionamento mudam com o tempo?

Como muitos aspectos do sexo, os orgasmos estão sempre mudando. Você pode ter uma noite de paixão que parece uma experiência fora do corpo. Você pode ter outra que seja agradável, mas não necessariamente poderosa. E você pode ter outro que é apenas monótono. Você deve se preocupar?

Não necessariamente. Embora possa ser frustrante ver a intensidade dos orgasmos diminuir, há muitas razões pelas quais isso acontece e alguns desses problemas têm soluções simples. Vamos olhar mais de perto.

Os orgasmos se tornam mais fracos à medida que as pessoas envelhecem?

Às vezes, as pessoas percebem que seus orgasmos não são tão fortes quanto eram quando eram mais jovens. Isso não significa que os orgasmos não são satisfatórios, apenas que são diferentes.

Os hormônios são frequentemente os culpados aqui. A produção de hormônios sexuais diminui à medida que envelhecemos e isso pode mudar a forma como vivenciamos o sexo. O corpo do homem já não é o mesmo, pode mudar fisicamente também, a grossura do pênis pode ser afetada. Por exemplo, os níveis de testosterona de um homem começam a diminuir cerca de 1% a cada ano, quando ele atinge seus 40 anos. (Alguns médicos chamam isso de andropausa ou menopausa masculina.) Ele pode se tornar menos interessado em sexo, melancolia ou fadiga. E isso pode diminuir seus orgasmos também.

Na menopausa, os níveis de estrogênio das mulheres diminuem acentuadamente. Na América do Norte, a idade média da menopausa é de 51 anos. O estrogênio contribui para a saúde vaginal e vulvar. Sem ela, a vagina se torna seca e menos flexível. O sexo pode tornar-se desconfortável e menos agradável. Níveis mais baixos de estrogênio também podem tornar o clitóris menos sensível ao toque e, como o orgasmo de muitas mulheres depende do clitóris, o clímax pode ser menos satisfatório.

A terapia hormonal pode ajudar em alguns casos, mas este passo só deve ser tomado com o conselho de um médico. Mulheres com secura vaginal podem considerar um lubrificante ou hidratante para reduzir o atrito e desconforto durante a penetração.

Em contraste, o envelhecimento também pode ser bom para orgasmos. Alguns casais mais velhos acham que gostam mais de sexo porque têm mais privacidade quando as crianças crescem e saem de casa. Eles podem relaxar mais sem o medo de uma gravidez não planejada. (Tenha em mente que o risco de infecções sexualmente transmissíveis está presente em qualquer idade. Sempre use preservativos para reduzir esse risco, se isso for uma preocupação para você.)

Como sobre o assoalho pélvico?

Às vezes, o assoalho pélvico é a razão por trás dos orgasmos sem brilho. O assoalho pélvico foi comparado a uma rede ou um trampolim que ajuda os órgãos pélvicos a permanecerem firmes. Esse grupo muscular pode enfraquecer após a cirurgia, o parto e o ganho de peso. Também pode acontecer em pessoas com diabetes ou doença inflamatória intestinal.

Exercícios de Kegel foram desenvolvidos para tonificar o assoalho pélvico, e algumas pessoas afirmam que seus orgasmos também melhoram. Aprenda como fazê-las aqui.

O controle da natalidade pode afetar?

estimulante para mulher

Alguns métodos anticoncepcionais, como preservativos e contraceptivos orais, reduzem a intensidade do orgasmo. Seu médico da clínica de planejamento familiar pode ajudá-lo a determinar qual método de controle de natalidade é mais adequado para você.

Quando ver um médico

Se você notou que o orgasmo não é o que costumava ser e não consegue descobrir por quê, não hesite em ligar para o seu médico. Ele ou ela pode fazer um check-up completo para descartar qualquer problema de saúde que possa afetar sua sexualidade. Você também pode considerar ver um conselheiro ou terapeuta sexual – sozinho ou com seu parceiro – que possa ajudá-lo a resolver qualquer problema emocional ou psicológico que possa estar interferindo nos orgasmos.

Ao mesmo tempo, lembre-se de que, embora os bons orgasmos sejam um objetivo que vale a pena, uma experiência sexual positiva tem vários componentes. Intimidade com seu parceiro, abraços, beijos e vínculos pode ser tão importante e excitante.